Estudos do Som

Métodos digitais aplicados ao rádio: uma proposta de adaptação e inovação

Resumo: As metodologias de pesquisa em rádio têm avançado nos últimos anos e se deparado com o desafio de compreender o meio em processo de mutação. Influenciado e ambientado na nova ecologia de mídia, o rádio tem visto sua natureza se alterar e os pesquisadores cumprem o desafio de compreender essas mudanças, de desenhar métodos que contemplem a (re)caracterização do fenômeno comunicacional e de repensar suas práticas investigativas. Pensando nesta demanda, o presente projeto busca uma interface entre os estudos de rádio e os métodos digitais – perspectiva teórico-metodológica que busca olhar para objetos de natureza digital, buscando compreender e discutir seus elementos constitutivos e desafios.
 

Coordenação: Debora Cristina Lopez

Sentidos e afetos nos TOP hits brasileiros do século XXI

 

Resumo: Este projeto tem o objetivo de fazer uma análise dos rankings das canções mais tocadas no rádio brasileiro entre 2001 e 2018. O objetivo é mapear o universo de afetos e sentidos comunicado por essas canções, assim como a conformação dos gêneros musicais predominantes nesse tipo de mídia durante o período. Entendemos o consumo da música popular massiva como um indicativo relevante das referências culturais de uma sociedade e o rádio como dispositivo essencial para a compreensão dessa problemática, devido a sua histórica relação com a prática, divulgação, consumo e vivência musical. O projeto se propõe a mapear os gêneros musicais hegemônicos, assim como identificar e compreender paixões comunicadas pelas dez canções mais executadas em cada ano. Os resultados desses dois gestos de análise serão articulados para a compreensão das relações construídas entre rádio e público, de forma a contribuir para a produção de conhecimentos a respeito da linguagem radiofônica e das relações entre música e meios de comunicação.

Coordenação: Carlos Jáuregui

Métodos Digitais

Gastronomia e Identidade mineira nas redes sociais: uma mapeamento de comunidades, páginas, grupos, listas e hashtags

 

Resumo: Este projeto de pesquisa tem como desafio preliminar desenvolver uma metodologia de pesquisa centrada na perspectiva dos métodos digitais (ROGERS, 2013), na arqueologia da mídia digital (PARIKKA, 2015) e na análise de redes para investigar produtos puramente digitais. A partir disso, pretende rastrear produtos relacionados com a temática da gastronomia, como eles se reconfiguram em diferentes plataformas e qual sua relação com os seus possíveis correlatos na mídia tradicional dentro da perspectiva da ecologia de mídias (SCOLARI, 2013). Em um terceiro momento o projeto pretende, dentro do conceito de digital humanities aplicada aos estudos culturais, estabelecer uma relação entre a cultura / representação em objetos relativos a grupos ou estilos alimentares específicos.

Coordenação: Marcelo Freire

Cognição, mediação e redes híbridas: recomendações e aprendizado no Spotify

 

Resumo: O projeto destaca como objetivo investigar a cognição híbrida engendrada nas dinâmicas de aprendizado nos processos de recomendação de músicas na plataforma Spotify. As redes de aprendizado são observadas a partir do modelo lógico Peirceano da semiose. Acredita-se que esse operador teórico-conceitual é relevante por integrar as agências recíprocas de usuários e algoritmos envolvidos nos processos de recomendação, considerando determinação e representação (vetores do modelo semiósico) como momentos de ênfase da agência das instâncias que condicionam o uso das interfaces da plataforma e o desencadeamento das recomendações. A partir disso pretende-se desenvolver metodologia de coleta e análise de dados baseada em classes sígnicas que evidenciem o aprendizado nessa rede de mediações cognitivas.

Coordenação: Natália Cortez